Buscar


 
As cinco leis para a alfabetização midiática e informacional e sua relação com os fatores críticos de sucesso no âmbito da gestão do conhecimentoObjetivo. Discutem-se as competências necessárias para os processos de avaliação participativa, apresentando-se o conceito de coavaliação proveniente da área de Investigação em Avaliação e o seu papel emergente na Ciência de Informação e na Ciência Aberta.
Desenho/Metodología/Enfoque. Sendo cada vez mais pertinente uma discussão em torno das práticas de avaliação em colaboração, adota-se uma perspetiva de meta-avaliação, contextualizando a pertinência e trajetória do conceito emergente de coavaliação e dando especial destaque aos contextos de desenvolvimento e transferibilidade de competências necessários à sua implementação.
Resultados/Discussão. Os resultados da investigação realizada destacam o papel das competências de coavaliação agrupadas em seis dimensões: a prática reflexiva, a prática de base técnica, a análise situacional, a gestão, as competências interorganizacionais e as competências interpessoais.
Conclusões. Conclui-se que a larga experiência da Ciência da Informação em práticas de avaliação pode constituir um fator distintivo para a discussão em torno destas competências.
Originalidade/Valor. O artigo apresenta uma abordagem inovadora que, capitalizando o contributo da Ciência da Informação, propõe um quadro de competências de coavaliação, realçando a transferabilidade de competências entre avaliadores/as e stakeholders em varios contextos.
Heloá Cristina Oliveira-DelMassa, Ieda Pelogia Martins Damian, Marta Lígia Pomim Valentim
 PDF
 
As práticas digitais de doutorandos em Ciência da Informação: contributo para uma cartografia do espaço Ibérico e BrasilObjetivo. Investiga a utilização de novos métodos e ferramentas digitais no acesso, criação e difusão da informação científica. Analisa a incorporação das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no processo de investigação por parte de Doutorandos em Ciência da Informação (CI) no Espaço Ibérico e no Brasil. Desenho/Metodologia/Enfoque. A metodologia adotada foi a de revisão de literatura, um estudo exploratório-descritivo e estudo de caso com doutorandos de seis programas doutorais em CI dos países mencionados. A recolha de dados foi feita por meio de entrevistas semiestruturadas e de um inquérito eletrônico. O tratamento dos dados seguiu padrões da estatística descritiva. Resultados/Discussão. Foram obtidas 174 respostas. O grupo é composto em sua maioria por estudantes do sexo feminino (67%), com média de idades de 25 a 59 anos, formação predominante em CI (50%). O estudo revelou que as TIC permeiam de forma pervasiva todas as fases da educação e produção doutoral. Concernente à publicação de resultados, os respondentes têm preferência por formatos tradicionais de comunicação e validação científica. Conclusões. Constatou-se que no geral os doutorandos têm incorporado as TIC de forma crescente nas suas práticas de científicas, consideram que a rápida evolução das mesmas se constitui em um aspeto negativo para a sua adoção e ainda, que os Programa Doutorais poderiam fomentar mais o uso destas ferramentas. Originalidade/Valor. Os dados podem ser utilizados para melhor discutir a formação doutoral em CI, analisar padrões de comunicação científica e servir de contributo para a construção de uma cartografia desta área tão necessário à agenda científica atual.
Monica Marques Carvalho Gallotti, Maria Manuel Borges, Olívia Pestana
 PDF
 
Paula Ochôa, Leonor Gaspar Pinto
 PDF
 
Sistema de Informação: abordagem concetual e metodológicaObjetivo: No século xxi, a Informação constitui um recurso com reconhecido valor nas organizações, sendo também um conceito que, radicado no fenómeno humano e social, está associado ao objeto da Ciência da Informação (CI). Neste campo científico pretende-se analisar os conceitos operatórios —Sistema, Sistema de Informação e Sistema Tecnológico de Informação— e propor a sua subsequente aplicação teórico-prática.
Desenho/Metodologia/Enfoque: A metodologia adotada compreende uma abordagem qualitativa de natureza exploratória traduzida na revisão da literatura. Resultados/Discussão: Dos resultados obtidos, destaca-
se a clarificação concetual dos conceitos acima mencionados em CI, fundada a partir do estudo da Teoria Geral dos Sistemas de Ludwig von Bertalanffy e da relação entre estrutura e sistema, estabelecida por Piero Mella. Apresenta-se, por último, uma proposta metodológica para aplicação teórico-prática concreta em contexto(s) organizacional(is).
Conclusão: Conclui-se que um Sistema de Informação é constituído pela interação dinâmica das suas partes, tem como núcleo central a informação e como finalidade a sua gestão. Numa visão sistémica das organizações, é fulcral gerir os subsistemas, de forma integrada.
Originalidade/Valor: É uma análise sistemática da literatura relevante para o tema, onde se pretende contribuir para a clarificação concetual de conceitos operatórios no domínio científico da CI, e para a sua
subsequente aplicação teórico-prática.

Liliana Isabel Esteves Gomes, Viviana Fernández Marcial
 PDF
 
A Ciência da Informação em Portugal nas primeiras décadas do século xxi: uma abordagem preliminar para uma cartografia iberoamericanaObjetivo: Este trabalho visa contribuir para uma cartografia ibero-americana através da análise da produção científica em Ciência da Informação em Portugal.
Desenho/Metodologia/Enfoque: Apurou-se a oferta formativa em Ciência da Informação no país, os resultados da investigação avançada com foco nas teses de doutoramento concluídas em universidades portuguesas e respetivos temas, e analisaram-se as revistas científicas publicadas em Portugal.
Resultados/Discussão: A análise temática das teses concluídas evidencia uma forte concentração da maioria do conteúdo da investigação produzida, no âmbito dos programas de doutoramento analisados, em torno de um grupo minoritário de temas e de subtemas, interpretado como tendências. No que às revistas diz respeito, existe um trabalho editorial recente muito meritório, que passa pela requalificação dos títulos em termos formais e científicos.
Conclusões: A formação em Portugal na área de Ciência da Informação tem um longo percurso temporal, tendo nas últimas duas décadas sofrido uma transformação expressiva. O aumento do número de doutorados é um sinal muito positivo para a Ciência da Informação em Portugal. As revistas publicadas em Portugal refletem uma tendência clara pelo acesso aberto, com opção pela ‘via dourada’.
Originalidade/Valor: Este trabalho analisa as principais transformações na formação em Ciência da Informação em Portugal, destacando a formação avançada em termos quantitativos e tendências de investigação, bem como os principais canais de disseminação da investigação, as revistas científicas publicadas em Portugal e a sua adaptação a uma exigência crescente de presença em bases de dados internacionais.
Maria Manuel Borges, Maria Cristina Vieira de Freitas, Silvana Roque de Oliveira
 PDF
 
O contributo das bibliotecas para a “vida do laboratório”: uma cartografia internacional teórica e práticaObjetivo. A necessidade do acesso à informação científica, enquanto condição indispensável para a geração de novo conhecimento, confere à informação um papel central na produção e disseminação da ciência. Na relação entre informação e ciência, interroga-se o lugar que as bibliotecas ocupam.
Desenho/Metodologia/Enfoque. Foi realizada uma recolha e análise da literatura internacional sobre o papel das bibliotecas na investigação científica. A partir da análise do seu conteúdo, a literatura foi agrupada em cinco categorias que formam o enquadramento teórico. Pela sua relevância, foi dada especial atenção aos trabalhos empíricos desenvolvidos no Reino Unido, Estados Unidos da América e Espanha.
Resultados/Discussão. É apresentada uma estrutura bipartida —enquadramento teórico e estudos empíricos—que dá forma ao estado da arte. Na primeira parte, apresentam-se de forma breve as dimensões que convergem para uma definição teórica do problema do papel das bibliotecas na investigação científica. Na segunda parte, são apresentados os trabalhos internacionais que incidem particularmente na investigação empírica do apoio que estes sistemas de informação prestam à investigação científica.
Conclusão. As bibliotecas ocupam um lugar que está em profunda reconfiguração. Por um lado, a oferta generalizada de informação parece tornar dispensável o papel das bibliotecas, mas por outro as bibliotecas permanecem na sua missão de acrescentar valor, oferecendo novos serviços e produtos, e contribuindo para o desenvolvimento científico. O estado da arte sobre a relação entre as bibliotecas e a investigação demonstra, de forma cabal, a robustez e a pertinência desta linha de investigação e sublinha a importância dos estudos empíricos como a melhor forma de nos aproximarmos da complexidade relacional que está presente na “vida do laboratório”.
Originalidade/Valor. É uma análise sistemática da literatura relevante para o tema, onde se pretende construir um diálogo entre as dimensões teórica e empírica, a partir dos estudos que abordaram a relação entre as bibliotecas e a investigação científica.

Jorge Revez, Maria Manuel Borges, Carlos Guardado da Silva
 PDF
 
Temas relacionados à educação na produção científica periódica dos bolsistas de produtividade em pesquisa da área de ciência da informação no BrasilObjetivo. Analisar questões ligadas à Educação na produção científica da Ciência da Informação, nos artigos dos pesquisadores em produtividade da Ciência da Informação entre os anos de 1972 e 2015, na base Brapci.
Desenho/Metodologia/Enfoque. Utilizam-se os procedimentos bibliométricos e seus indicadores de produção e citação. Construção de base de dados com referências estendidas da produção de artigos dos 47 pesquisadores, utilizando os seguintes termos de busca: “educação”, “ensino”, “aprendizagem” e “currículo”, presentes no resumo, título e palavras-chave. Utiliza as ferramentas Vantage Point®, Microsoft Excel®, UCINET® e Netdraw® a fim de processar os dados e analisar os resultados.
Resultados/Discussão. Temas de maior destaque: Biblioteca e Biblioteconomia; Tecnologia; Competência em Informação; Arquivologia e Arquivos; Universidades e Educação a Distância. Traz os autores mais citados e as relações mais intensas entre autores citados e palavras-chave.
Conclusões. Os autores mais citados se voltam a estudos sobre políticas de informação, competências, questões éticas e comunicação em informação. Originalidade/Valor. O estudo justifica-se pela necessidade de esclarecer as informações sobre as relações interdisciplinares e interdominiais sobre a CI e a Educação.
Leilah Santiago Bufrem, Ely Francina Tannuri de Oliveira, Natanael Vitor Sobral, Bruno Henrique Alves
 PDF
 
investigación Bib.An.Invest. Vol. 15 No. 2: 232-259 A Ciência da Informação no Brasil: mapeamento da pesquisa e cenário institucionalObjetivo: Apresentar a pesquisa brasileira em Ciência da Informação em seu cenário institucional e também a partir do mapeamento das temáticas e teorias atualmente desenvolvidas na área por seus pesquisadores.
Desenho/Metodologia/Foco: Para o desenho institucional focou-se na atuação de duas associações científicas brasileiras, a Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação e Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação. Para o mapeamento da pesquisa produzida, selecionou-se os temas pesquisados por docentes e discentes no âmbito da pós-graduação brasileira, mais especificamente a partir dos grupos de trabalho do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, evento realizado anualmente que congrega pesquisadores de todo o país. O estado da arte é evidenciado em uma linha de tempo, por meio das temáticas recorrentemente apresentadas no evento supracitado.
Resultados/Discussão: É possível observar de que maneira o campo científico vem sendo consolidado, cujas discussões relacionadas à realidade do país enfocam problemáticas que motivam os pesquisadores no desenvolvimento de pesquisas, que possam de alguma maneira contribuir para o avanço do campo científico, bem como possam responder satisfatoriamente as demandas advindas da sociedade brasileira.
Originalidade/Valor: O mapeamento aqui apresentado é inédito e representa a consolidação de duas abordagens, a institucional e a de trabalhos científicos produzidos pela comunidade. Destaca-se a singularidade da pesquisa brasileira em Ciência da Informação, resultado tanto de um diálogo e apropriação de elementos da pesquisa estadunidense, europeia e latino-americana quanto também de um protagonismo de autonomia em direção a um desenho original no cenário internacional.
Carlos Alberto Ávila Araújo, Marta Lígia Pomim Valentim
 PDF
 
Análise da produção intelectual na Pós-Graduação em Ciência da Informação: um estudo bibliométrico baseado em dados da Plataforma LattesObjetivo: A ciência se consolida por meio da produção intelectual e colaborativa de pesquisadores que investigam questões emergentes da sociedade. Nesse contexto, este estudo tem objetivo analisar a produção
intelectual dos programas de pós-graduação em Ciência da Informação,
com doutorado, baseado em dados curriculares de docentes permanentes
da área cadastrados na Plataforma Lattes no período de 2017 a 2020,
visando contribuir como uma análise anterior ao sistema de avaliação da
Capes.
Desenho/Metodologia/Abordagem: O foco do estudo está baseado nas
métricas e não em dados subjetivos. Para isso, foram coletados 240 currículos, dos docentes permanentes dos 13 doutorados em Ciência da Informação, utilizando os IDs dos pesquisadores no Currículo Lattes utilizando o framework LattesDataXplorer, responsável pela extração, coleta, seleção e processamento de todos os dados da pesquisa, utilizando critérios bibliométricos para análise dos dados.
Resultados/Discussão: Os principais resultados foram: (i) destaque para
as publicações em trabalhos apresentados em eventos e artigos publicados; (ii) a distribuição por média anual de publicação tiveram como
destaques as instituições UFPE, Unesp e USP; (iii) a distribuição de média
em revistas de impacto tiveram como mais representativas as instituições
Unesp, UFSC, UFMG e UnB; (iv) o principal idioma estrangeiro de publicação dos docentes foram o inglês, seguido pelo espanhol e o francês, e; (v) as principais relações científicas das publicações foram entre docentes do mesmo programa.
Conclusão/Originalidade/Valor: Conclui-se que, a maior quantidade de
publicação na área é em em anais de congresso e artigos em periódicos,
com tendências em publicar de forma colaborativa com três a quatro
atores nestes tipos de publicações, possuindo uma rede de colaboração
clusterizada por meio de atores e suas ligações colaborativas.
Mateus Rebouças Nascimento, Adilson Luiz Pinto, Thiago Magela Rodrigues Dias
 PDF
 
Análise da Produção Científica sobre política de informação no Brasil na plataforma Lattes

Objetivo: A Plataforma Lattes é um relevante sistema de informação curricular que agrega todos os tipos de informação que a ciência e a tecnologia brasileira produzem. Portanto, o objetivo desta pesquisa é identificar a produção intelectual dos pesquisadores cadastrados na Plataforma Lattes que autodeclararam desenvolver seus estudos sobre o tema política de informação. Projeto / Metodologia / Abordagem: O estudo se caracteriza como exploratório, descritivo e quantitativo. Como procedimentos técnicos, em fevereiro de 2021, recorreu-se à pesquisa de currículos na Plataforma Lattes, por ser a maior fonte de informação para geração de indicadores científicos no Brasil,recuperando n=149 pesquisadores com dados completos extraídos pelo framework LattesDataXplorer. Paralelamente, realizou-se a pesquisa no Google Acadêmico, dos n=149 pesquisadores identificados, utilizando o software Publish or Perish, com a temporalidade de 2001 a 2020 para análise de impacto das produções. Resultados / discussão: A área de Ciência da Informação predomina sobre a temática, sendo que 49,26% de toda a produção tem autoria de 37 pesquisadores, dentro da elite de cientistas brasileiros que estuda sobre política informacional. Ressalta-se que tanto os eventos quanto os periódicos científicos mais citados endossam a pessoalidade também para a área. Tem evidência ainda quando a pauta se refere aos impactos das publicações, sendo as pesquisadoras Maria Inês Tomaél e Regina Maria Marteleto as mais produtivas e em termos de orientação, com 63,15% fazendo parte da elite de orientadores de mestrado e doutorado. Quanto à terminologia, 76 palavras compõem a primeira esfera por Lei de Zipf, sendo a palavra Ciência da Informação representada n=218 vezes. Conclusão: A temática “Política de Informação” é foco da Ciência da Informação evidenciada pela concentração e elite dos pesquisadores, bem como a predominância dos canais de comunicação e divulgação, não sobressaindo dentro das bases de dados, podendo ser limitação do idioma e a baixa capilaridade de periódicos multidisciplinares. Originalidade / Valor: Quando o aspecto é impacto dentro das bases de dados, o quadro se inverte, e os pesquisadores da Ciência da Informação não se destacam em relação a outras áreas.


 

Naiara Vieira Silva Ivo, Christine Martins de Matos, Adilson Luiz Pinto, Thiago Magela Rodrigues Dias, Carlos Luis González-Valiente
 PDF
 
Elementos 1 - 10 de 10

Consejos de búsqueda:

  • Los términos de búsqueda no distinguen entre mayúsculas y minúsculas
  • Las palabras comunes serán ignoradas
  • Por defecto, sólo aquellos artículos que contengantodos los términos en consulta, serán devueltos (p. ej.: Y está implícito)
  • Combine múltiples palabras conO para encontrar artículos que contengan cualquier término; p. ej., educación O investigación
  • Utilice paréntesis para crear consultas más complejas; p. ej., archivo ((revista O conferencia) NO tesis)
  • Busque frases exactas introduciendo comillas; p.ej, "publicaciones de acceso abierto"
  • Excluya una palabra poniendo como prefijo - o NO; p. ej. -política en línea o NO política en línea
  • Utilice * en un término como comodín para que cualquier secuencia de caracteres concuerde; p. ej., soci* moralidad hará que aparezcan aquellos documentos que contienen "sociológico" o "social"