Estudo altmétrico de repercussão social das revistas científicas brasileiras de acesso aberto

Edna da Silva Angelo, Marlene Oliveira

Resumen


Objetivo. Identificar o indicador altmétrico de impacto social das revistas científicas brasileiras de acesso aberto. Desenho/Metodologia/Abordagem. O estudo procedeu a um levantamento na base de dados da Agência do ISSN, cujos resultados constataram a existência de 1.393 revistas. Após a organização dos dados em uma planilha Excel, com a Plataforma Altmetric.com, verificou-se a repercussão na web social. Resultados/Discussão. Revelaram 100.454 menções, referentes a 548 revistas, sendo o Twitter a rede social mais usada; a maioria das revistas possui entre uma a dez menções; nove dos dez artigos com maior repercussão estão em inglês; a Universidade de São Paulo foi a editora de maior destaque; e a área do conhecimento com mais atenção foi a Ciências Médicas e da Saúde. Conclusão. Observou-se uma precariedade da difusão e circulação científica das revistas brasileiras de acesso aberto, visto que mais da metade (61%) não é mencionada nas redes. Esse resultado leva a afirmar que a visibilidade deve ser trabalhada, considerando que isso influencia na popularização da informação e no interesse da sociedade pela ciência. Recomenda-se que as revistas utilizem os diferentes meios de divulgação, aumentando, dessa forma, o grau de exposição na web social. Originalidade/Valor. A emergência de pesquisas que sejam capazes de mensurar a apropriação e uso da web social é interessante, pois, na atualidade, pesquisas indicam que a web se apresenta como o ambiente digital no qual os usuários mais passam tempo quando estão conectados. Mesmo com essa tendência efervescente, poucos estudos abordam o assunto com foco em revistas científicas.


Palabras clave


Revista científica; Acesso aberto; Altmetria; Repercussão na web social.

Texto completo:

PDF


Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

 Revista indizada en: Scopus, Web of Science (Emerging Sources Citation Index), DIALNET, EBSCO (Academic Search Complete, 
Academic Search Premier, Academic Search Ultimate, Fuente Académica Plus), PROQUEST (Library and Information Science
Abstracts, Library Science), REDIB, CLASE, BIBLAT, INFOBILA, Ulrichs Web, Latindex, DOAJ, Index Copernicus, JournalsTOC,
ERIH Plus, E-LIS, MIAR, e-Libros, BASE,
Google Scholar, y otros.


                           Redes Sociales
 
              
  
Indicadores de impacto según Google Scholar:
Índice h: 8; Índice i10: 3
Revista certificada por el CITMA

 

           Revista. Bibliotecas. Anales de investigación by Biblioteca Nacional de Cuba José Martí is licensed under aCreative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional License.  

Creado a partir de la obra en anales.bnjm.cu

 ISSN: 0006-176X, EISSN: 1683-8947   
                               Licencia de Creative Commons